Partido de Madeira deve fazer parte da “onda vermelha” de Rubinho 1%

Com a retirada da candidatura do ex-juiz Carlos Madeira à prefeitura de São Luís, o Solidariedade deve marchar com a coligação “Do Lado do Povo”, encabeçada pelo deputado federal Rubens Jr.

Madeira registrou candidatura com o partido isolado. A decisão sobre o caminho que o partido deve trilhar no pleito deste ano na capital será do presidente estadual da legenda, o secretário de estado de Desenvolvimento, Simplício Araújo.

Ex-deputado federal, Simplício trava uma batalha renitente com o deputado estadual Roberto Costa (MDB) pela prefeitura de Bacabal.

O partido do deputado estadual integra a coligação do candidato Neto Evangelista (DEM).

Costa aposta parte de suas fichas na reeleição do prefeito Edivan Farias (PDT) que tem em seu encalço Expedito Júnior (Solidariedade), da coligação A Justiça que o Povo quer, que tem entre os partidos o PCdoB.

André Campos, candidato apoiado por Roberto Costa com chances eleitorais concreta, move na Justiça processo contra Simplício Araújo.

O Solidariedade apresentou uma lista com 32 nomes para disputar uma das 31 vagas da Câmara de São Luís, encabeçada pelo vereador Afonso Manoel, ex-deputado estadual que disputa a reeleição.

Sobre Vinicius Praseres

Vinicius Praseres é jornalista formado em 2015 pela Faculdade Estácio São Luís. Estagiou no jornal O Estado do Maranhão, depois foi convidado para a produção do programa Chegaí e programa Sucesso (TV Cidade, afiliada da Record). Foi repórter e apresentador do programa São Luís Agora (TV São Luís, afiliada a Rede TV). Locutor publicitário , já prestou serviços para a Jovem Pan, Rádio Nova FM, 92 FM e Rádio Líder. Foi repórter da Famem (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão). Hoje é editor do Portal Imprensa 360.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *